Feeling overwhelmed | Assoberbada

feeling overwhelmed

So, it’s been a long time since I wanted to make this a more honest, safe place. Not that it’s not honest now but, I think I should make it more personal. Image is an “all” – it’s not only your style, how you look but also, how you conduct yourself, what you think and feel… That all adds-up to who you are. And then, obviously, you can take advantage of the therapeutical side of fashion… Usually you hear this and think shopping but more than that, what you wear can really have a huge impact on how you feel and project yourself.

Já há algum tempo que tenho vontade de voltar a fazer deste um espaço mais “natural”, honesto e, basicamente, um sitio onde eu e vocês nos sintamos a salvo para vir partilhar as nossas ansiedades. Não que não seja honesto agora mas torná-lo mais pessoal. A imagem é, afinal, um todo – não apenas o nosso estilo, a nossa aparência mas, também, a forma como nos comportamos, o que pensamos e sentimos… A soma disto tudo é que faz de nós, a pessoa que somos. E depois, claro, podemos tirar partido do lado terapêutico da moda… Geralmente ouvimos isto e pensamos em compras mas, mais do que isso, aquilo que vestimos pode mesmo ter um forte impacto na forma como nos sentimos e como nos projetamos.

feeling overwhelmed

Talking about image, I’m always that person that says “I’m great, everything is good”. I choose to be positive and result-focused, instead of being a downer, a winer, whatever you wanna call it. But my life is far from perfect (heads up!: perfection does not exist) and have my down days, my problems like everyone else. I just choose not to shout them into the world (I do believe in karma and the law of attraction, so!).

Falando de imagem, eu sou aquela pessoa para quem sempre “está tudo bem”. Eu escolho ser positiva e focada no resultado em vez de ser pessimista, estar sempre a pôr os outros para baixo, a choramingar ou a queixar-me. Mas a minha vida está longe de ser perfeita (aviso!: a perfeição não existe) e tenho os meus dias menos bons, os meus problemas, como toda a gente. Apenas escolho não os gritar ao mundo (eu acredito no Karma e na lei da atracção, por isso…!).

feeling overwhelmed

I now finally understand that, sometimes, you just want someone you can relate too, so, even though I’m not entirely changing my personality at this point in my life, I’ll try to share a bit more, every now and then. I hope it’s helpful!

Agora finalmente compreendo que, às vezes, vocês querem apenas alguém com que se consigam relacionar, com lutas similares que vos possa dar uma opinião de quem já esteve no vosso lugar. Por isso e embora não vá agora mudar a minha personalidade por completo, vou tentar, de tempo a tempo, partilhar um pouco mais das minhas lutas diárias. Espero que ajude!

feeling overwhelmed

With this in mind, I wanna tell you that, today, I’m feeling exhausted. Physically but mostly, philologically and I don’t see any pair of shoes changing that!  I have a hard time understanding why “no” is such a hard word to get. Why do we always have to justify a “no”? No one questiones you when you say “yes”, no one cares why, if you are just trying to please, or if it’s something that actually makes you happy. Doesn’t matter. BUT, if you say “no”, you must have a reason, an excuse.

Com isto em mente, quero dizer-vos que hoje me sinto exausta. Fisicamente mas, mais ainda, psicologicamente e não vejo que nenhum par de sapatos vá mudar isto. Tenho muita dificuldade em perceber porquê que o “não” é uma palavra tão difícil e de tão difícil compreensão. Sinto-me cansada que um “não” nunca seja o bastante. Um “não” tem sempre que ser seguido de uma justificação, uma desculpa… ninguém questiona um “sim”, ninguém quer saber se dizemos que sim para agradar ou porque nos faz feliz mas o “não”, tem sempre que ser posto em causa. O ser humano está sempre à espera de mais dos outros…

feeling overwhelmedOne of these days someone was telling me that she thought people who claim to love their pets more than they love people, are selfish… I don’t believe that. I think, sometimes, you just feel the need to safeguard yourself, whatever that means. Why is it so hard to respect each other personal space? Understand that we don’t all have the same needs and that yes, some days it seems that we even resent the question itself but that’s only because, at one point, you’re just so saturated that you feel crushed. Because when you feel that people always expect more, more and more from you… the simple question gets blown out of proportion. I admite that I’m probably the one who’s wrong because most people, especially woman, live for long conversations and hours spent on the phone; conversations and hangouts that don’t need a reason to be. I have no problem with that, it’s just not who I am. And trust me, I’d love to be more like that, it would make my life so much easier. What I don’t get is why can I accept you with your differences and you can’t accept my quirkiness?!

Há dias disseram-me que as pessoas que dizem gostar mais dos seus animais do que de pessoas são egoístas… eu não concordo nada. Acho antes que, por vezes, temos que nos preservar, seja de que forma for. Porquê que é tão difícil respeitar o espaço de cada um? Compreender que não temos todos as mesmas necessidades e que sim, às vezes parece que levamos a mal até a simples pergunta mas isso é porque o grau de saturação nos esmaga. Porque quando sentimos que estão à espera de mais, mais e mais… a simples pergunta nos faz ferver por dentro. Admito que sou eu que estou mal. A maioria das pessoas, especialmente as mulheres, não vivem sem uma conversa de amigas, horas ao telefone, conversas e saídas sem nenhuma razão especifica. Não tenho nenhum problema com isso, apenas não faz parte de mim. Não compreendo porquê que se eu aceito as diferenças dos outros; as outras pessoas não podem aceitar as minhas!?

feeling overwhelmedI’m the person that always says “I’m good, everything is good”… it’s my defence mechanism, developed through my all life. Doesn’t get me anywhere (clearly) but everyone is different. As you see, it’s not always OK… far from it and today… today I feel exhausted!… Tomorrow will be better, I’m sure but, for now, I think I’m going to be a little bit of a cliché and do some online shopping.

Eu sou a pessoa que está sempre “bem”… é o meu mecanismo de defesa, desenvolvido ao longo de uma vida. Não ganho nada com isso (claramente) mas cada um é como é. Como vêem, nem sempre está tudo bem… longe disso e hoje… hoje sinto-me exausta! Amanhã será, de certeza, um dia melhor mas, por agora, acho que vou ser um pouco cliché e fazer umas compras online.

feeling overwhelmedQuestion: I’d really love to hear from you, now. Do you ever feel overwhelmed? Like you’re not enough? Do you believe that your outside can have an impact on how you feel? Please, let’s open the conversation on the comment section below.

Questão: Gostava muito de ouvir a vossa experiência. Alguma vez se sentem assoberbadas? Como se “não chegassem para as encomendas”? Acreditam que a vossa imagem exterior tem impacto na forma como se sentem? Por favor, vamos conversar no espaço de comentários, abaixo.

feeling overwhelmed

– Live, Love, Laugh –feeling overwhelmed


post não patrocinado | post not sponsored

 

Written by

LEAVE A COMMENT